0 C
Franca, BR
abril 16, 2021
Pecuária

Wander Bastos é o novo coordenador da Comissão Nacional de Artesanais da ABRALEITE

No dia 02 de julho, a Comissão Nacional de Queijos e Derivados Lácteos Artesanais da ABRALEITE, que é composta por lideranças dos queijos artesanais de todas as regiões do país, se reuniu por videoconferência, para eleger nova Coordenação, tratar de assuntos pertinentes à Comissão e recebeu o Dr. Orlando Melo de Castro Diretor do DECAP/SDI- Sec de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação da divisão de Cadeias Produtivas do MAPA, para um diálogo sobre a instrução normativa 73 que normatizou a Lei do Selo Arte e que poderá sofrer adequações para Lei dos Queijos Artesanais.

A Comissão fez um debate muito produtivo e encaminhou sugestões para serem incorporadas na atualização da IN 73.

Após esta participação do diretor do MAPA, foi realizada a eleição da nova equipe de Coordenação da Comissão, composta por:

Coordenador: Wander Bastos – Produtor, médico veterinário, conselheiro da ABRALEITE e coordenador da Comissão de Bovinocultura da FAESP.

Coordenador substituto: João Leite – Produtor, presidente da APROCAN (Serra da Canastra) e da AMIQUEIJO – Associação da Associações de Produtores de Queijo de MG.

1a Secretária: Heloísa Collins – produtora de queijos de cabra no Capril do Bosque em Joanópolis-SP.

2° Secretário: Osvaldo Martins de Barros Filho – Produtor de Queijo Artesanal de Alagoa-MG.

3° Secretário: Romildo Albuquerque Bezerra – Produtor e presidente da Associação de Certificação do Queijo de Coalho da Região Agreste de Pernambuco.

Essa Comissão Nacional da ABRALEITE teve papel importantíssimo e atuou firmemente por 2,5 anos na regulamentação da Lei do Selo Arte, participando de grupo de trabalho no MAPA. A ABRALEITE trabalhou muito e conseguiu a aprovação desta Lei na Câmara e Senado, a Sanção pelo presidente Temer e o Decreto pelo presidente Bolsonaro.

Mantendo o bom exemplo dado pela Ministra Tereza Cristina de gestão participativa, o novo Coordenador da Comissão da ABRALEITE, Wander Bastos confirma que a equipe e seus membros têm muita coisa a fazer.

“Nossa Comissão foi pioneira, já que se reunia por videoconferência há dois anos e meio. E foi também protagonista na implantação do Selo Arte. Agradeço a confiança de todas as lideranças queijeiras, técnicos, parlamentares, juristas, pesquisadores e o apoio incansável do presidente Geraldo Borges nessa caminhada. Desejo pleno êxito ao novo coordenador: Wander Bastos, um profissional competente e entusiasta da causa”, comentou Acácio Brito, que concluiu seu mandato na Coordenadoria.

O presidente da ABRALEITE Geraldo Borges, que participou da reunião agradeceu e parabenizou o coordenador Acácio Brito e sua equipe, desejou muito sucesso à nova Coordenação e concluiu dizendo que “Ainda há muito trabalho para esta Comissão, para que os produtores de lácteos artesanais tenham efetivamente o Selo Arte em seus produtos, podendo comercializar em todo o país e também para evoluir no sentido da internacionalização dos lácteos artesanais brasileiros, que já provaram sua qualidade ao serem premiados em concursos internacionais”.

Related posts

Sumário da raça Guzerá será lançado em “live” pela internet

Fabrício Guimarães

Brasil bate recorde com exportações de carne bovina em maio

Fabrício Guimarães

ExpoZebu 2021: Número de animais inscritos já é 43% maior que edição anterior

Fabrício Guimarães

Deixe um comentário