0 C
Franca, BR
abril 9, 2020
Gestão Rural Pecuária Política Rural

Setor produtivo e ministério da agricultura estudam plano de erradicação de peste suína clássica

Objetivo é erradicar a doença na zona não livre do Brasil e, com isso, reduzir as perdas diretas e indiretas, gerando benefícios pelo status sanitário de país livre da PSC

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) participou de uma reunião para discutir o Plano Brasil Livre de Peste Suína Clássica (PSC) com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, nesta segunda-feira (11), em Brasília.

O objetivo da iniciativa é erradicar a doença na zona não livre do Brasil e, com isso, reduzir as perdas diretas e indiretas e gerar benefícios pelo status sanitário de país livre da PSC. “Precisamos pensar em uma ação conjunta, com a participação dos estados e da iniciativa privada”, disse a ministra Tereza Cristina.

O Plano seria dividido em três regiões e contemplaria 11 estados do Nordeste e do Norte (Alagoas, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Pará, Amapá, Amazonas e Roraima). A previsão é começar com um projeto piloto em Alagoas.

“Vamos trabalhar junto com o Senar para capacitar o produtor quanto às enfermidades. Também estamos trabalhando para que o produtor não fique no prejuízo com essa enfermidade e, principalmente, vamos auxiliar no levantamento de recursos e no delineamento para que o Plano realmente consiga ser efetivado”, afirmou a coordenadora de Produção Animal da CNA, Lilian Figueiredo.

Ao todo, a área representa, aproximadamente, 18% do rebanho suíno nacional (em torno de oito milhões de animais), distribuído em mais de 300 mil estabelecimentos rurais, predominantemente de pequenos produtores familiares.

O encontro também contou com a presença do secretário de Defesa Agropecuária, José Guilherme Leal, da assessora técnica da Comissão Nacional de Aves e Suínos da CNA, Ana Lígia Lenat, e de representantes da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) e da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

Fonte: DATAGRO

Related posts

Cuidados importantes com leitões recém-nascidos

Fabrício Guimarães

Cepea: marcada pela menor qualidade, colheita de café arábica está próxima do fim

Fabrício Guimarães

ESCOLHA DAS FÊMEAS É FUNDAMENTAL NO PROCESSO DE MELHORAMENTO GENÉTICO

Fabrício Guimarães

Deixe um comentário