0 C
Franca, BR
fevereiro 28, 2021
Agricultura Eventos Gestão Rural

Produtores oriundos de cursos do SENAR/SP participam do evento

Tirso Meirelles abre Festival de Negócios de Alimentos e Bebidas do Sebrae/SP

Visando unir e fortalecer a cadeia produtiva ao promover ações de mercado, inovação e de crédito coordenadas, o Festival de Negócios de Alimentos e Bebidas acontece até nesta quinta-feira (31) no escritório central do Sebrae-SP (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas). Presidente do Sebrae-SP e vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo, Tirso Meirelles participou da abertura do evento nesta quarta-feira (30), acompanhando palestras e rodadas de negócios.

“A realização deste evento é extremamente importante, pois aproxima os pequenos produtores rurais de empresas parceiras do Sebrae-SP. E isso movimenta a economia do nosso estado, como também dá oportunidade de evolução aos produtores em vários aspectos”S, declara Meirelles.

Na ocasião, ele também recebeu Amilcar Carrasco e Oscar Castro, representantes do Centro Nacional de Educação para o Trabalho de Honduras. “Temos o prazer de recebê-los para mostrar nosso trabalho e trocar experiências?, disse.

Entre os expositores ligados à área do agronegócio, marcam presença a cachaça artesanal Velho Sonho, o café 7 Senhoras e o tomate orgânico Arbo Vale, com produtos disponíveis para degustação e integrantes dedicados às rodadas de negócios. De acordo com a consultora Angelica Marquez Posadas, do Sebrae-SP, “estas reuniões permitem que os microempresários negociem seus produtos negociem seus produtos individualmente com companhias previamente cadastradas pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas”.

O Festival de Negócios de Alimentos e Bebidas também abre espaço para debates sobre o cenário e o futuro do setor alimentício.

Fonte: FAESP/SENAR

Related posts

CONVITE – 14° Encontro Tecnológico do Café em São Sebastião do Paraíso

Fabrício Guimarães

CUP OF EXCELLENCE 2019

Fabrício Guimarães

Ministros da Agricultura defendem princípio científico na regulação do comércio internacional

Fabrício Guimarães

Deixe um comentário