0 C
Franca, BR
julho 27, 2021
Agricultura

Procafé: clima deve impactar crescimento das plantas em 2022

Além da seca, geadas nas principais regiões produtoras de café impactaram no enchimento de grãos e rendimento dos frutos

Por Canal Rural

O déficit hídrico do início de 2021 somado às geadas que ocorreram neste inverno deverão impactar o crescimento das plantas de café para a safra de 2022. A análise é da Fundação de Apoio à Tecnologia Cafeeira (Procafé). Segundo a fundação, as perspectivas climáticas deste ano e de 2020 causaram problemas na safra 21 e devem também influenciar a safra do ano que vem.

De acordo com o engenheiro agrônomo e pesquisador da Procafé Alysson Fagundes, a seca enfrentada no início da safra impactou o enchimento dos grãos de café. “Nos meses de janeiro, fevereiro e a partir de março nos tivemos veranicos que prejudicaram o enchimento de grãos, que veio agora a impactar severamente no rendimento dos frutos. Nós podemos observar nessa safra de 2021 que já uma safra de bienalidade negativa, ou seja, já seria um ano que naturalmente o café arábica do Brasil teria uma produtividade menor, ainda tivemos os efeitos negativos da seca”, explica.

Fagundes ainda prevê baixas para a safra 2022, já que o crescimento das plantas foi impactado pelas adversidades climáticas. “Ainda somado a isso nós tivemos algumas geadas pontuais que afetaram as lavouras no sul de Minas Gerais e geadas mais significativas nas lavouras da Mogiana Paulista. Além de tudo ainda tivemos mais um problema de frio, pois as geadas impactam também na produção de 2022”, conclui.

Related posts

Colégio FECAP monta minijardim com cápsulas de café

Fabrício Guimarães

Spodoptera causam perdas

Fabrício Guimarães

Indústria de café do Brasil luta para achar grãos de qualidade

Fabrício Guimarães

Deixe um comentário