24.2 C
Franca
setembro 17, 2021
Agroindustria Gestão Rural Pecuária Uncategorized

Presidente da FAESP convoca produtores para campanha de vacinação contra aftosa

O Brasil é reconhecido como país livre de febre aftosa com vacinação

O Presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo, Fábio Meirelles convoca os produtores paulistas para a vacinação contra a febre aftosa, que teve início no dia primeiro de novembro e se estenderá até o dia 30 de novembro. Meirelles afirma que a vacinação contra febre aftosa é obrigatória. E acrescenta: Não deixe de vacinar!

Deverão ser vacinados bovinos e bubalinos com zero a 24 meses de idade. A expectativa é que 4,5 milhões de animais sejam vacinados nesta campanha.

Neste ano, a vacina contra a febre aftosa teve a sua dose reduzida de 5 ml para 2 ml. Um dos principais objetivos na mudança da dosagem foi o de menor volume de óleo mineral, com consequente redução de reações alérgicas nos animais. Outra medida relevante foi a retirada do sorotipo C.

O criador deve se organizar para fazer a vacinação dentro do prazo estabelecido pela legislação, ou seja, de 01 a 30 de novembro, e tem até o dia 7 de dezembro para comunicar a vacinação ao órgão oficial de Defesa Agropecuária de sua região.

O Brasil é hoje reconhecido como país livre de febre aftosa com vacinação e busca, por meio das ações do PNEFA (Programa Nacional de Erradicação de Febre Aftosa) alcançar o status de país livre de febre aftosa sem vacinação.

Fonte: FAESP/SENAR

Related posts

Consumo de carnes no Brasil recua entre 12% e 16% nas duas últimas semanas e indústrias já começam adiar abate

Copom reduz Selic para 5,5% ao ano

Fabrício Guimarães

Carrapato do bovino: é preciso estar atento a vários fatores para um controle efetivo do parasita no rebanho leiteiro

Fabrício Guimarães

Deixe um comentário