24.2 C
Franca
setembro 17, 2021
Agricultura

FORTE DEFICIÊNCIA DE BORO EM CAFEEIROS, EM FUNÇÃO DA ESTIAGEM

J.B. Matiello e S.R. de Almeida- Eng Agr Fundação Procafé e Tiago de Souza – Eng Agr Consultor
em cafeicultura.
Com a retomada das chuvas, as lavouras de café vêm apresentando, de forma generalizada,
forte deficiência de boro na nova brotação.
Depois de um longo período de estiagem, nas principais regiões cafeeiras de café arábica,
as chuvas voltaram e, em função delas, veio a brotação das plantas, com crescimento da ramagem
e de folhas novas. Observando essa ramagem e folhagem fica muito visível a presença de sintomas
de deficiência grave de boro.
As folhas novinhas apresentam pontuações e áreas negras e corticosas, o que provoca sua
deformação. As folhas ficam pequenas, com bordos arredondados. Ocorre seca de ponteiros, que
pode ser confundida com o ataque de Phoma. Também acontece a paralização ou morte de gemas
apicais e, em função disso, vem um brotamento excessivo de ramos laterais.
O boro influi no crescimento do cafeeiro e no pegamento das flores, participando da divisão
celular, do crescimento das células e da parede celular. A deficiência desse micronutriente causa,
também, morte das extremidades das raízes, o que reduz a eficiência do sistema radicular na
absorção de água e nutrientes. Analisando as folhas deficientes é comum constatar níveis de B
inferiores a 10 ppm, sendo que o adequado é de 40-80 ppm.
A deficiência de boro pode ser provocada pela carência no solo, pois muitos produtores
ainda não usam esse nutriente na via solo, que é a mais eficiente. Usam muito nas pulverizações,
porém esse meio é ineficiente. Sabe-se que a falta de água no solo, por longo período de estiagem,
é um fator muito importante na indução da deficiência de boro, pois esse nutriente é de difícil
translocação dentro da planta. Essa causa é, com certeza, a atual responsável pelas graves
deficiências de boro, agora observadas. A desfolha, provocada pelo período seco, que gera a volta
de intensa brotação, evidencia mais a deficiência.
O que fazer agora. Deve-se efetuar a aplicação de produto com boro no solo e,
provisoriamente, fazer umas 2 foliares, para irem atenuando o problema, até que funcione o produto
via solo.

 

Sintoma tipícos de deficiência grave de boro, observados, agora em dezembro/20, em lavouras de
café no Sul de Minas. Pontuações e manchas escuras nas folhas novas, paralização de crescimento e
morte de gemas e superbrotameno.

Related posts

Governo assina MP com medidas econômicas para ajudar produtores rurais

Fabrício Guimarães

Auxílio emergencial de R$ 600 deverá ser pago até o dia 29 de maio

Custo alto inibe lançamento de novas moléculas de agrotóxicos para hortifruti

Fabrício Guimarães

Deixe um comentário