0 C
Franca, BR
abril 16, 2021
Notícias Pecuária

FATO RARO, EM MARÇO FRANGO ABATIDO TEVE UMA SEGUNDA QUINZENA MELHOR QUE A PRIMEIRA

Faz parte do jogo e não há como reverter esse resultado: o melhor momento para a comercialização do frango (e da maioria dos demais alimentos) é a primeira quinzena. Na segunda quinzena, com o esgotamento da capacidade aquisitiva do consumidor, os preços refluem e, quase invariavelmente, alcançam valor médio inferior ao da primeira metade do mês.

Nos 12 meses encerrados em fevereiro de 2019 exceção do gênero só foi registrada em maio de 2018. Mas não foi por conta do mercado e, sim, de um movimento caminhoneiro que paralisou os abates em nível nacional e elevou (artificialmente) os preços da segunda quinzena do mês (por sinal, o processo se estendeu à primeira quinzena do mês seguinte, junho, desencadeando uma das maiores altas de preço do produto).

Porém, nova exceção está sendo registrada em março corrente em relação à segunda quinzena. Pois o preço médio registrado no período deve superar, ainda que por margem mínima, a média da quinzena inicial do mês. A exceção ganha maior peso na medida em que vem sendo registrada no período de Quaresma.

Fonte: AviSite

Related posts

Criação de suínos em família reduz uso de antibióticos

Fabrício Guimarães

Brasil é representado em conferência internacional sobre fertilizantes, em Dublin

Fabrício Guimarães

ExpoGenética 2020 deve registrar aumento de 20% no faturamento

Fabrício Guimarães

Deixe um comentário