0 C
Franca, BR
junho 18, 2021
Agricultura

EMATER-MG apoia candidatura da mineira Vanusia Nogueira para cargo executivo na OIC

A Emater- MG divulgou uma carta de apoio à indicação da diretora da Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), Vanusia Nogueira, como candidata do Brasil a ocupar o cargo da diretoria executiva da Organização Internacional do Café (OIC).

As principais entidades de classe da cadeia produtiva do café no Brasil já formalizaram a recomendação ao governo federal, que é responsável por indicar um nome à OIC. A decisão da entidade deve ser anunciada em setembro.

Vanusia Nogueira nasceu em Minas Gerais e é filha e neta de produtores e comercializadores de café. Ela é doutora em Administração, com ênfase em Marketing, pela Universidade Nacional de Rosario (Argentina). Formada em Tecnologia da Informação (TI) e Gestão pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), possui mestrados em Gestão e em Gestão Avançada de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), além de inúmeros cursos internacionais de especialização em Finanças, Gestão de Relacionamentos (CRM), TI, entre outros, concluídos nos Estados Unidos, Alemanha e Brasil.

“A Vanusia Nogueira tem compartilhado conosco todo o conhecimento que ela tem sobre cafés especiais. Durante anos, vem apoiando a realização do Concurso do Qualidade dos Cafés de Minas Gerais, promovido pela Emater-MG, além do programa estadual de certificação de propriedades cafeeiras, o Certifica Minas Café.  Esta parceria tem sido fundamental para o desenvolvimento do trabalho de extensão rural no estado. A escolha dela para um cargo da OIC é estratégica para que a entidade se aproxime ainda mais dos cafeicultores, possibilitando ganhos a todos os elos da cadeia do café”, afirma o coordenador técnico de Cafeicultura da Emater-MG, Bernardino Cangussu.

Vanusia Nogueira será palestrante no 2º Encontro de Mulheres do Café, promovido pela da Emater-MG, dentro da programação da Expocafé.  O encontro virtual ocorrerá no dia 21 de maio, às 16 horas, no canal a Emater no YouTube: www.youtube.com/ematerminas .

OIC

O mandato do atual executivo da OIC, o também brasileiro José Sette, estende-se até 30 de abril de 2022. Ele já comunicou a decisão de não se candidatar a novo período à frente da entidade.

A Organização Internacional do Café foi estabelecida, em Londres, em 1963, sob recomendação das Nações Unidas, devido à grande importância econômica da commodity. A entidade administra o Acordo Internacional do Café, cuja última atualização está em vigor desde 2 de fevereiro de 2011. É o principal organismo intergovernamental para o setor e reúne governos de nações exportadoras e importadoras para enfrentar os desafios da cafeicultura global, por meio de cooperação internacional. Seus países-membros representam 98% da produção e 67% do consumo mundial do produto.

Carta da Emater-MG

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do estado de Minas Gerais – Emater-MG apoia a indicação de Vanusia Nogueira como candidata brasileira à diretoria executiva da Organização Internacional do Café (OIC).

O Estado de Minas Gerais é o maior produtor de café do Brasil, com safras que em anos de bienalidade positiva, ultrapassam 30 milhões de sacas, respondendo, portanto, por 70% da safra de café arábica nacional, em uma área plantada 1.200.000 hectares.

Como principal produto do PIB agropecuário mineiro, praticada em mais de 460 municípios, com forte presença na agricultura familiar, a cafeicultura é estratégica para o desenvolvimento do estado nos quesitos ambiental, social e econômico.

A Emater-MG tem forte compromisso com esta atividade produtiva, mantendo ações voltadas para Assistência Técnica e Extensão Rural, como o Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais, o Circuito Mineiro de Cafeicultura, o Mapeamento do Parque Cafeeiro e o Programa Certifica Minas Café junto aos produtores, suas formas associativas e demais parceiros, atendendo mais de 40.000 cafeicultores.

Em um processo de melhoria contínua, a cafeicultura mineira avançou, tornando-se referência em produtividade, qualidade e sustentabilidade. No entanto, ainda temos muito a avançar, principalmente nas constantes demandas dos diversos mercados por cafés diferenciados e sustentáveis e na criação de condições que garantam a permanência dos cafeicultores e suas famílias na atividade, com rentabilidade e dignidade.

A indicação da Sra. Vanusia Nogueira, diretora da Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), como candidata do país para a Diretoria Executiva da Organização Internacional do Café (OIC), é entendida como uma oportunidade de maior sinergia e fortalecimento dos trabalhos de melhoria contínua desenvolvidos pela Emater-MG em prol da cafeicultura mineira e nacional. A Sra. Vanusia tem uma história de vida dedicada à cafeicultura, valorizada pela sua experiência profissional vivenciada desde a produção familiar até o consumidor final. Desta forma, sua indicação contribuirá sobremaneira para o desenvolvimento da cadeia de valor da cafeicultura de forma mais estruturada, harmônica e sustentável.

A Emater-MG apoia a indicação de Vanusia Nogueira, como representante do Brasil na Diretoria Executiva da Organização Internacional do Café (OIC).

Related posts

Cientistas desenvolvem proteína contra doença da cana-de-açúcar

Fabrício Guimarães

Cocatrel: maturação irregular e grande quantidade de cafés de varrição comprometem a colheita

Pesquisa agrícola fornece informações que auxiliam no uso e conservação d´água

Fabrício Guimarães

Deixe um comentário