0 C
Franca, BR
julho 27, 2021
Agricultura

Cooxupé aponta excesso de chuvas em importantes regiões cafeeiras

A Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé) aponta excesso de chuvas no Sul de Minas, Cerrado Mineiro e São Paulo. De acordo com dados da cooperativa, a chuva tardia chegou em dezembro, com volumes bem acima da média esperada.

“O grande problema é que o solo tem uma capacidade de infiltração, ultrapassada essa capacidade, essa água escorre. Em alguns locais estamos tendo problemas de erosão. Apesar do alto volume que caiu, principalmente, em dezembro, parte dessa água não é aproveitada”, explica Mário Ferraz de Araújo, gerente do departamento técnico de desenvolvimento da Cooxupé.

O excesso de água também está atrasando os tratos culturais no cafezal. O especialista destaca que, em um cenário dentro na normalidade, o produtor estaria fazendo, neste momento, a terceira adubação na lavoura. Porém, depois da chuva tardia, o volume de água agora impede os trabalhos. “Essa chuva intensa dificulta o controle de mato, de ervas daninha, e o produtor precisa estar atento ao tempo e, assim que possível, dar continuidade nos trabalhos”, afirma.

Mário destaca mais uma vez que ainda não é possível quantificar o tamanho do impacto da seca para a safra 2021. No entanto, reforça que com certeza a produção será menor do que era previsto anteriormente, considerando o ano de ciclo baixo e os impactos climáticos.

Related posts

Capina elétrica é opção para orgânicos

Fabrício Guimarães

Manejo da leprose nos dias atuais

WEBINAR: TRABALHO DE MULHERES NA CAFEICULTURA É TEMA DE SEMINÁRIO DA EMATER-MG NA INTERNET

Fabrício Guimarães

Deixe um comentário