22.9 C
Franca
janeiro 22, 2022
Notícias

127 mil produtores rurais já foram afetados pela chuva em Minas

Número ainda é preliminar e indica prejuízos com queda da produtividade tanto na agricultura quanto na pecuária

A chuva das últimas semanas afetou bastante a agricultura em Minas Gerais. A Emater, Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural, estima que pelo menos 127 mil produtores rurais do estado sofreram algum tipo de prejuízo devido às chuvas este ano. Os problemas foram relatados em 416 municípios mineiros.

Como ainda há locais parcialmente ou totalmente isolados e a chuva continua em algumas regiões, a Emater não descarta a possibilidade do número de produtores afetados ser bem maior. Até agora os principais problemas foram causados na produção de feijão 1ª safra, principalmente nas regiões Norte, Cerrado, Nordeste, Leste e Central de Minas.

A Emater também estima que 37% da produção de hortaliças tenham sido comprometidas pelas chuvas. Nesse setor as regiões com mais problemas são a Nordeste, Leste e Central, onde houve ainda prejuízos a 23,3% da produção de milho.

Problemas no abastecimento

O levantamento da Emater-MG também coletou informações na Ceasaminas e não apontou nenhum impacto significativo na oferta de frutas e hortaliças. Mas no interior do estado algumas praças da Ceasa já enfrentam problemas no abastecimento de alguns produtos, incluindo beterraba, mandioca e quiabo.

A Emater-MG afirma que ainda há possibilidade de impacto no abastecimento de hortaliças. Além disso, há pontos de interdição em rodovias que podem afetar o escoamento dos produtos.

O levantamento também revela que as chuvas causaram problemas ainda na psicultura, avicultura caipira, pecuária de corte e suinocultura caipira. Só na pecuária de leite a estimativa é que 21,4% da produção tenham sido afetadas.

Related posts

Produtores rurais devem adotar hábitos de prevenção contra o coronavírus

Fabrício Guimarães

De forma interativa, Adama apresenta nematicida para cafeicultores em Guaxupé (MG)

Fabrício Guimarães

Cadeia produtiva do café se une para manutenção do CDPC

Fabrício Guimarães

Deixe um comentário